quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Excluído do Oscar pelos golpistas, “Aquarius” acaba de ser indicado ao César de melhor filme estrangeiro

Excluído do Oscar por governo golpista, o filme “Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho, acaba de ser indicado ao César, considerado o Oscar francês, para concorrer na categoria de melhor filme estrangeiro. 
Da Redação com Informações da Folha

Após ser excluído do Oscar pelo governo golpista, por retaliação em função da manifestação dos atores contra o impeachment da presidente Dilma, durante a abertura do Festival de Cannes, o filme “Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho, acaba de ser indicado ao César, o Oscar francês, para concorrer na categoria de melhor filme estrangeiro. 

O longa-metragem de Kleber Mendonça Filho concorre com filmes como “Eu, Daniel Blake”, “Manchester à Beira-Mar”, “Bacalaureat”, “A Garota sem Nome” e “É Apenas o Fim do Mundo”.

Os líderes foram “Elle”, de Paul Verhoeven, e “Frantz”, de François Ozon, com onze indicações cada. Em seguida, vem “Mistério na Costa Chanel, de Bruno Dumont. Os três concorrem, entre outras categorias, a melhor filme. 

Além de “Elle”, “Frantz” e “Mistério na Costa Chanel”, outros cinco longas disputam o prêmio de melhor filme no Cesar: “Divines”, “Agnus dei”, “Mal de pierres” e “Victoria”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário