quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Na estreia na Rio 2016, Brasil e África do Sul ficam no 0 a 0

Partida entre Brasil e África do Sul terminou em 0 a 0. A partida marcou a estreia da seleção brasileira de futebol masculino nos Jogos Olímpicos Rio 2016. O jogo, que começou às 16h, ocorreu no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O Brasil ainda enfrenta o Iraque e a Dinamarca.
Futebol masculino da seleção brasileira deu o seu pontapé inicial na Olimpíada Rio 2016, em uma partida contra a África do Sul, no Estádio Mané Garrincha. Marcelo Camargo/Agência Brasil.
Com o coração na mão, a torcida viu algumas possibilidades de um gol. Aos 24 minutos do segundo tempo, os brasileiros quase comemoram quando Luan entrou na área e cruzou, a bola passou por Gabigol e chegou a Jesus, sem goleiro. Mas não foi desta vez. Pouco depois, aos 27 minutos, Neymar quase marcou, mas a bola passou por cima do gol, balançando a rede.

Aos 14 minutos do segundo tempo, Mvala, meio-campo da África do Sul foi expulso, por ter levado dois cartões amarelos, sob aplausos dos brasileiros. O primeiro foi por falta em Neymar e o segundo, em Zeca. Com um jogador a mais, o Brasil dominou a partida, mas não marcou o tão esperado gol.

Mais cedo, às 13h, o estádio foi palco da partida de futebol masculino entre Iraque e a Dinamarca, que também terminou em 0 a 0.

Ao todo, Brasília receberá dez partidas de futebol, inclusive duas quartas-de-final.

As próximas partidas do futebol masculino são no dia 7, às 22h, contra o Iraque, no Mané Garrincha, e, no dia 10, contra a Dinamarca, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 22h. Nessa quarta-feira (5), pelo futebol feminino, o Brasil foi superior à China e venceu por 3 a 0 a partida no Engenhão.

Torcida

Com o estádio quase lotado, a seleção brasileira de futebol masculino deu o seu pontapé inicial da Olimpíada. Os jogadores brasileiros foram aclamados pela torcida desde que entraram em campo, que fez o tradicional movimento de "ola" com as mãos antes mesmo do início da partida.

A arquibancada do estádio Mané Garrincha ficou toda de pé durante o Hino Nacional. Quando a execução protocolar do cântico terminou, parte dos torcedores tentou cantar até o fim "à capela", como se tornou tradição durante as partidas na Copa do Mundo no Brasil em 2014.

Após o fiasco contra a Alemanha, quando os brasileiros perderam por 7 a 1 para os alemães, a seleção olímpica busca recompensar a torcida brasileira e ganhar o título da única competição oficial do planeta que ainda não conquistou.

Futebol Masculino

Novamente em casa, a seleção masculina lutará por seu primeiro ouro olímpico após treze tentativas. Para enfrentar o desafio na Rio 2016, o técnico Rogério Micale pode convocou três atletas mais experientes, acima de 23 anos (idade limite para o restante da equipe). Um deles foi Neymar, com 24 anos, o craque do Barcelona e o principal ídolo da seleção principal, terá o papel de comandar o ataque brasileiro. Ele conta com a companhia de Renato Augusto, 28 anos, meia do Beijing Guoan da China, e do goleiro Weverton, também com 28, do Atlético Paranaense, que substitui Fernando Prass, contundido nos últimos dias.

Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil.
Edição: Carolina Pimentel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário