terça-feira, 2 de agosto de 2016

Abertura das Olimpíadas será marcada por grande ato ‘Fora Temer’

Secretário de movimentos populares do PT explica que ato é contra o governo golpista e quer aproveitar evento para fazer denúncia internacional do golpe no Brasil

A Frente Brasil Popular, a Frente Povo Sem Medo, além de outras articulações dos movimentos sociais, realizarão, na próxima sexta-feira (5), um grande ato contra o governo golpista de Michel Temer. A mobilização será realizada no Rio de Janeiro, no mesmo dia da abertura dos Jogos Olímpicos de 2016.

O secretário nacional de movimentos populares do PT, Bruno Elias, convoca a militância petista e de toda a esquerda brasileira para o ato. Para ele, é importante aproveitar o evento para fazer uma denúncia nacional e internacional do golpe no Brasil.

“É um dia de mobilização importante, de denúncia contra o governo golpista, uma denúncia que seja nacional e internacional também, e que nós não admitimos nenhuma retirada de direitos. É contra esse processo de desmonte que o governo golpista tem desencadeado desde o primeiro dia, contra o governo golpista de Michel Temer”, reforça.
Secretário de movimentos populares do PT, Bruno Elias. Foto: Lula Marques/Agência PT.

Bruno Elias reforça que o Brasil está passando por um processo de golpe de Estado, “uma vez que o impeachment da presidenta Dilma não tem substância, porque não tem um crime de responsabilidade que o justifique”.

Mais do que um golpe contra a democracia, o País enfrenta, na avaliação dele, um golpe que quer retirar direitos, privatizar o patrimônio público, restringir as liberdades e criminalizar a luta do povo.

Para o petista, esse golpe é contra o povo trabalhador e seus direitos.

“Desde o primeiro dia do governo golpista nós temos visto um conjunto de retirada de direitos, sejam aqueles conquistados nos governos do PT, mas também direitos sociais que estão previstos na Constituição de 88, direitos trabalhistas e empresas públicas sendo desmontadas”, acrescenta.

“Então nós não podemos admitir isso. Nós temos que lutar para derrotar o impeachment, fazer com que a presidenta retome o governo e a Presidência da República e aplique um programa de transformações populares, como a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo e as outras iniciativas dos movimentos sociais têm defendido no Brasil”, finaliza.

Além do dia 5, já estão programados atos em todas as capitais do Brasil para o dia 9 de agosto, impulsionados pela Frente Brasil Popular. Essas manifestações visam pressionar os senadores a votarem contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

“Dia 9 já é uma prévia da votação no Senado Federal. Então queremos aproveitar esse debate publico que vai estar colocado no Congresso Nacional para também nacionalizar a luta contra o golpe e incidir no Senado Federal na votação que nós vamos ter o impeachment no final do mês”, explica.

Dia 31 de julho
Bruno Elias também faz um balanço as manifestações do último domingo (31), que levaram milhares de brasileiros às ruas pedindo Fora Temer.
60 mil pessoas se reuniram no Largo do Batata para pedir Fora Temer. Foto: Paulo Pinto/Agência PT.

“Nós tivemos um conjunto de manifestações importantes já no dia 31. Acreditamos que todas as mobilizações contra o governo golpista se somam nessa jornada de lutas que nós vamos ter ao longo de todo o mês de agosto”, afirma.

Por Luana Spinillo, da Agência PT de Notícias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário