sexta-feira, 15 de julho de 2016

‘Entreguista’: José Serra é alvo de protestos por mudança no pré-sal

Frente Povo Sem Medo convocou "escracho" do ministro golpista para protestar contra sua proposta que prevê entrega do pré-sal ao capital estrangeiro

Um grupo manifestantes se reuniu em frente à casa do ministro golpista das Relações Exteriores, José Serra, no bairro Alto de Pinheiros, em São Paulo, para gritar “Serra entreguista”. Chamado de escracho, o ato foi convocado pela Frente Povo Sem Medo, na quinta-feira (14), para protestar contra mudanças no marco regulatório do pré-sal. Veja como foi:
O PL 4567/16, apresentado por Serra enquanto estava no Senado, prevê entregar os recursos da exploração do pré-sal a empresas estrangeiras. Pelo texto, a Petrobras deixa de ser a operadora única de todos os blocos contratados no regime de partilha de produção em áreas do pré-sal, e os recursos obtidos com a exploração do petróleo deixam de ir prioritariamente para Educação e Saúde, como queria a presidenta eleita, Dilma Rousseff.
Protesto foi na porta da casa de Serra em São Paulo.
(Foto: Frente Povo Sem Medo).
No Facebook, o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, criticou Serra e justificou: “fala grosso com a Bolívia e fino com os Estados Unidos”.

Na terça-feira (12), com 337 a favor e 105 contra. a Câmara dos Deputados aprovou urgência na tramitação do PL.

O texto já havia passado na Comissão Especial na semana anterior, no mesmo momento em que o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) anunciava sua renúncia à presidência da Casa. Abancada do PT na Câmara se opõe à mudança.

Em entrevista coletiva, a Frente Povo Sem Medo anunciou nesta quinta-feira uma nova jornada de mobilização popular que começará com ato nacional no dia 31 de julho. As ações são para protestar contra o golpe e retomar a ordem democrática.

“Desses dois meses de governo interino, começou a ficar claro quais as perspectivas do golpe, foi atacado todos os direitos e as pesquisas mostram grande rejeição do governo”, disse Boulos.

Da Redação da Agência PT de Notícias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário