sexta-feira, 13 de maio de 2016

Racha no golpe: Paulinho ataca declarações de Meirelles

O governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB-SP) mal chegou a seu segundo dia e já surgem as primeiras rusgas internas. Aliado de primeira hora de Temer no golpe, o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD-SP), classificou as primeiras declarações do novo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, como "estapafúrdias" e "inaceitável"

Meirelles concedeu sua primeira entrevista nesta sexta (13) e defendeu a necessidade de uma reforma da Previdência, que estabeleça idade mínima para aposentadoria. 

"A estapafúrdia ideia defendida pelo atual ministro é inaceitável porque prejudica quem ingressa mais cedo no mercado de trabalho, ou seja, a maioria dos trabalhadores brasileiros", diz nota da Força Sindical assinada pelo deputado.

Segundo o parlamentar, a central sindical "repudia qualquer tentativa de se fazer uma reforma da Previdência que venha a retirar direitos dos trabalhadores”. 

“Vamos resistir a mais este ataque a direitos e conquistas que, a duras penas, foram acumulados ao longo da história de lutas da classe trabalhadora", completa o texto.

O deputado envia ainda um recado ao presidente ilegítimo, Michel Temer: "Acreditamos que o atual presidente, Michel Temer, seguirá os caminhos acordados com os trabalhadores e com as centrais sindicais nas reuniões realizadas recentemente, de manutenção de direitos e de articulação pelo crescimento do País e pela geração de empregos". 

Do Portal Vermelho, com agências.

3 comentários:

  1. Bem feito por acreditar em Papai Noel e Coelhinho da páscoa. Os seus aliados vão comer seu fígado.

    ResponderExcluir
  2. o arrependimento sempre vem depois

    ResponderExcluir
  3. Puro fingimento. Esse aí tá bravateando só pra ganhar um ministério. Afinal, o pulha apoiou entusiasticamente a lei da precarização do trabalho

    ResponderExcluir