quarta-feira, 18 de maio de 2016

Professor explica a produtora da Globo por que não dá entrevistas à emissora

O professor do Departamento de História da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Luis Antonio Coelho Ferla respondeu o convite e afirmou que não apoia uma emissora que possui “longa e lamentável trajetória de desinformação”, além de incitar a intolerância e interferir nos fatos de forma, muitas vezes, mentirosa

Por Redação / Revista Fórum

O professor do Departamento de História da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Luis Antonio Coelho Ferla é mais um profissional a negar entrevista à Rede Globo. Convidado para participar do programa Globo Natureza, em uma matéria sobre rios urbanos, ele afirmou que não poderia comparecer, pois não apoia uma emissora que, ao longo da história política do país, apresentou uma “lamentável trajetória de desinformação”, além de incitar a intolerância e interferir nos fatos de forma, muitas vezes, mentirosa.

Leia abaixo o diálogo entre os dois.

Caro Dr. Ferla, boa tarde

Sou produtora do Globo Natureza – núcleo de reportagens ambientais da emissora – e estou trabalhando numa série sobre rios urbanos. Gostaria de conversar com o senhor sobre uma possível gravação que aborde a interação do centro urbano de São Paulo com seus rios, numa perspectiva histórica. Vi que o senhor já abordou esse tema outras vezes, inclusive organizando uma exposição no Arquivo Público de São Paulo.

Apenas como referência, gostaríamos de abordar esse tema numa entrevista às margens do Córrego do Ipiranga, no Parque da Independência, na quarta-feira pela manhã. Mas consigo mexer nesse cronograma.

Espero poder contar com a participação do senhor.
Aguardo seu retorno,
Abs

Xxxxxxxxxx

——————————————-

Prezada Sra Xxxxxxxxxx:

Agradeço seu contato. No entanto, infelizmente, não tenho como aceitar seu convite. Ao fazer isso, junto-me a diversos colegas meus que se recusam a conceder entrevistas a essa emissora, dada sua longa e lamentável trajetória de desinformação e interferência na vida política do país. No que se refere à nossa conjuntura recente e atual, o incitamento à intolerância e a parcialidade descarada e muitas vezes mentirosa só fizeram reafirmar aquele triste histórico.

Atenciosamente,

Luis Ferla
Depto. História/UNIFESP

Nenhum comentário:

Postar um comentário