terça-feira, 24 de maio de 2016

Deputados e senadores afastaram Dilma Rousseff em benefício próprio, diz Ibope

De acordo com Ibope Inteligência, 63% da população acredita que Câmara e Senado só votaram pelo impeachment por interesses próprios
(foto: Antonio Augusto/ Câmara dos Deputados).
Os deputados e senadores atuaram em benefício próprio ou de partidos e instituições no processo de impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff. É o que revela uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência entre os dias 12 e 16 de maio. De acordo com o estudo, 63% dos brasileiros revelam ter essa opinião, ou seja, quase dois terços da população. Só 23% dizem acreditar que os parlamentares agiram por interesses do País e dos brasileiros.

Os que se manifestaram dizendo que os parlamentares agiram tanto por interesses próprios quanto em benefício do Brasil somam 8%. Os que não sabem ou preferiram não responder são 7%.

A pesquisa revela também que os brasileiros não estão otimistas com o futuro do País. Segundo o Ibope, 34% dos entrevistados estão pessimistas, contra 31% de otimistas e 30% neutros. O que disseram não saber são 5%.

Mesmo entre os favoráveis ao impeachment de Dilma, apenas 31% dizem que os deputados e senadores pensaram no interesse do País e da população. Entre os contrários ao afastamento de Dilma, 80% acreditam que os parlamentares agiram em interesse próprio.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas com 16 anos ou mais em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Da Redação da Agência PT de Notícias, com informações da Rede Brasil Atual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário